Mulher salva gato sem parte do rosto e o ajuda a recuperar seu sorriso

Lara|2018-04-20

Era um dia muito frio em Novembro de 2013 quando uma boa samaritana viu um gato escondido debaixo do seu deck. Ela tentou persuadi-lo a sair, mas o gatinho não se mexia.

Conheça Van Gogh!

Depois de muito esforço, ela conseguiu tirá-lo de lá, mas ficou chocada com o que viu — faltava uma parte do rosto do gatinho.

Ela trouxe o gato para , um grupo de resgate de Grand Rapids, Michigan, para obter a ajuda de que ele precisava tão desesperadamente. A partir do momento em que ele chegou ao abrigo, o gatinho milagre ligou seu motor de ronronar e não parou enquanto seus salva-vidas atendiam seus ferimentos.

Parte de seu rosto (incluindo a orelha esquerda) estava faltando, e ele havia perdido a visão do olho esquerdo. “Van Gogh muito provavelmente engatinhou para dentro do motor de um carro para escapar do frio congelante e acabou sem uma parte do rosto,” Sarah Klawiter da disse ao Love Meow.

O Dr. Jen Denyes remendou os ferimentos o máximo que conseguiu através da cirurgia e passou os três meses seguintes cuidando de Van Gogh 24 horas por dia. Foi um processo de cura muito lento, mas o gatinho milagroso superou as adversidades.

“O progresso foi feito, e bem em frente aos meus olhos eu vi uma transformação acontecer que poucos pensariam ser possível”, disse o Dr. Jen.

“No verdadeiro estilo de Van Gogh, ele venceu as chances, arrasou e deu a volta por cima. Ele é um indivíduo contagiosamente fascinante que deixará uma impressão duradoura em você, mesmo que você passe apenas alguns minutos em sua presença “.

Quando o gatinho ficou bem o suficiente para voltar ao abrigo, ele começou a florescer.

“Van Gogh é tão social e extrovertido que imediatamente prosperou em nosso abrigo sem gaiolas”, Sarah disse a Love Meow.

“Ele sempre gosta de se aconchegar com outro gato em uma cama quente,” ‘ajudando’ voluntários com suas tarefas e mostrando sua incrível personalidade a todos os visitantes”.

O doce poli dáctilo (ele tem polegares) viveu no até o início da primavera de 2017.

“A voluntária Brenda e suas filhas decidiram que não poderiam viver sem ele. Elas convenceram o Dr. Jen de que Van Gogh deveria ser parte de sua família”.

“Van Gogh fala muito, anda perto de nós, abraça a cada chance que tem e dorme conosco na cama durante a noite”, Brenda disse a Love Meow.

Ele é um bicho amoroso e afetuoso, acariciador não só com seus humanos, mas também com outros gatos.

“Ele é um gato muito especial… e ganhou muitos apelidos afetuosos no curto período de tempo em que esteve conosco, incluindo Man Gogh, Little Man, Bandolim, Go-Go, Mitten Man (dadas seus pézinhos polidáctilos), Friendly, etc.”

Van Gogh tira sua soneca em sua cama favorita, amassando-a com aquelas grandes patas.

Três anos e meio atrás, Van Gogh estava lutando por sua vida. Seus socorristas lutaram ao lado dele e o trouxeram de volta da beira do precipício. “Ver um animal não só perseverar e triunfar sobre obstáculos tão ultrajantes, mas progredir, é nada menos que surpreendente. Van Gogh é isso… e muito mais “, disse o Dr. Jen.

Agora o garoto sortudo está descansando em sua própria e exclusiva cadeira em seu novo lar, com um largo sorriso no rosto. Ele não se importa de ter perdido uma orelha e parte de seu rosto.

Van Gogh está mais feliz do que nunca!